TAGAs demissões não param.