Cinema

Danilo Gentili e elenco de “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” recebem convidados na pré-estreia

O filme, homônimo ao livro, será lançado no dia 12 de outubro, com classificação para maiores de 14 anos
Elenco
Danilo Gentili, Bruno Munhoz, Daniel Pimentel, Raul Gazzola prestigiam o evento com elenco do filme, familiares e amigos (Foto: Felipe Mazzucato/ Index)

Despojado, vestido com camiseta, samba-canção, roupão e tênis, Danilo Gentili recebeu amigos e convidados, na noite de quarta-feira (4), na pré-estreia do seu filme Como se tornar o pior aluno da escola. O evento, que aconteceu no cinema do shopping Pátio Paulista, centro da capital, também contou com a presença dos protagonistas Carlos Villagrán, Bruno Munhoz e Daniel Pimentel.

Bruno, de 13 anos, que faz o papel do Bernardo – um garoto nerd de 14 anos, contou que esse foi seu primeiro trabalho como ator. “Foi muito legal! O que mais me marcou foi o Carlos Villagrán. Eu nunca imaginei que iria fazer um filme, imagina conhecer o Kiko do Chaves?! Foi uma coisa de outro mundo, sensacional”, disse.

No longa metragem, Bernardo é o melhor amigo de Pedro, protagonizado por Daniel, de 18 anos, que acaba se tornando o pior aluno da escola. O filme também é a estreia de Daniel nas telonas. “Foi muito gratificante pra mim. Quando eu fiz o teste, eu não imaginava que ia contracenar com o Kiko, que assisti a minha infância inteira. Eu não tenho nem como descrever. Foi uma loucura, muito legal, eu fiquei fascinado nisso”, contou.

Carlos Villagrán
Carlos Villgrán, que chegou no local escoltado por seguranças, foi simpático com o público (Foto: Felipe Mazzucato/ Index)

A dupla de amigos não só “toca o terror na escola”, mas também zoa os colegas de classe. Daniel confessou que já sofreu bullying na escola, “eu tinha orelha de abano e acho que isso [o bullying] é essencial pra gente saber se defender. É isso que o filme mostra um pouco, que hoje o bullying que vemos é de um sofrimento seguido de depressão, mas não é bem assim. Precisamos disso pra saber se defender e já ter uma resposta”, opinou.

Apesar da pouca idade, Bruno já pensava na profissão que seguiria quando crescesse. “Eu pensava em ser desenhista, mas com esse filme eu tive essa experiência e quero muito ser ator”, explicou.

Sobre os bastidores, Daniel revelou que o clima com o Danilo era bem descontraído. “Com o Danilo não dá pra ter uma conversa séria que sempre vai ter uma brincadeira. Até hoje é só zueira e isso é muito bom. Pra gente, ele se tornou um amigo”, disse Daniel.

O pior aluno da faculdade

Aqueles que acompanharam também a história pelos livros também já sabem que logo no começo já é imposto ao “aluno” o dilema de ter que escolher entre ser uma pessoa bem-sucedida, mas que teria uma vida triste e cheia de preocupações ou ser uma pessoa feliz e que faz o que quer.

Os trailers mostram que mesmo com as zueiras o “pior aluno” conseguiu se dar bem na vida de adulto. Segundo Danilo Gentili, o filme terá uma continuação que contará como o pior aluno conseguiu isso.

Danilo Gentili
Danilo assistiu o filme junto com o elenco (Foto: Felipe Mazzucato/ Index)

“A gente não quis mostrar nesse, mas já dá para entender que ele conseguiu isso sendo criativo. Na verdade, ele não fazia o que todo mundo queria que ele fizesse. Ele optou por outro caminho”, detalhou Gentili.

Depois da escola, o “pior aluno” vai para a faculdade e essa parte da comédia está guardada para ser contada na segunda obra. “Tem uma cena pós crédito que mostra isso. Quem ficar até o fim vai ver essa cena”, concluiu o autor.

 

*Colaborou, em São Paulo: Keila Lima