Colunas Crônicas K

Até quando vale a pena persistir?

Reflexão
(Foto: Divulgação)

Devem ser incontáveis as oportunidades na vida que a gente já perdeu porque desistimos antes mesmo de tentar, mas também ninguém disse que é fácil persistir naquilo que pra gente parece impossível, seja por falta de vontade ou baixa auto estima, e o que poucos sabem é que o mundo realmente dá voltas, ou seja, as vezes aquilo que parecia difícil era mais simples do que pensava.

É normal que você pare em algum momento da vida e reflita porque as coisas não estão dando certo, seja na sua carreira profissional ou vida amorosa, e talvez o problema seja por você estar procurando do jeito errado, ou simplesmente porque toda sua negatividade não te deixa enxergar que a vida pode ser bem mais interessante se você se dá uma oportunidade, já que quem arrisca não petisca.

Mesmo que aquilo que você tanto almeja alcançar, para as pessoas seja errado, mas se te faz feliz, vale a pena tentar, para que lá na frente não se arrependa de não ter insistido em algo que você sabia que te faria realizada e não fez pois se deixou levar pela opinião alheia. Mas se você ver que está persistindo em algo que não vai pra frente, é melhor parar antes que se arrependa de ter perdido tempo, por mais doloroso que seja as vezes tomar certas decisões.

Antes de lutar sem freio, seja por qualquer motivo na sua vida, repense em todos os prós e contras, porque na maioria das vezes nos deixamos influenciar pelo impulso e adrenalina, aí quando vai ver é tarde demais, mas se deseja ter sucesso, temos que ter em mente que nada na vida é fácil e que as vezes precisamos perder muitas batalhas para vencer uma guerra, então insista se ver que vale a pena, não desanime se não conseguir de primeira, orgulhe-se por ter tentado e sempre que cair, levante e tente novamente, porque se a lei do karma existe, podem ter certeza que a vitória virá.

*Karla Sthéfany é jornalista e fotógrafa do Fama VIP Online. “Crônicas K” são quinzenais e as quintas-feiras.